Skip to content

A ciência explica tudo

novembro 4, 2011
tags:

É mais fácil, para alguns, acreditar que somos cérebros dentro de jarras do que acreditar em Deus.

Um milagre só pode ser constatado quando conhecemos o comportamento natural dos seres, as regularidades dos fenômenos, a ponto de inferir que algo extraordinário, inexplicável somente pelas forças da natureza, aconteceu. Os milagres dependem da ciência para sua confirmação.

Por outro lado, os incrédulos sempre poderão dizer que a ciência explicará tudo um dia, já que a ciência avança necessariamente, acumulando mais e mais conhecimentos. O que hoje parece miraculoso, amanhã certamente será enquadrado como parte de uma teoria mais completa.

O que se esconde por trás desse ceticismo, porém, é um axioma arbitrário: o de que não existe nada além da natureza. Para negar o sobrenatural, os céticos postularão, no fim das contas, um universo onde qualquer coisa é possível, desferindo um golpe mortal na própria ciência empírica. Se qualquer coisa pode acontecer em algum lugar em algum momento, então como justificar a crença em leis físicas?

Se olharmos para a fronteira da física hoje, vemos idéias bizarras, como o conceito de “multiverso”, ou a idéia de que o universo surgiu “espontaneamente” ex nihilo, ameaçando a integridade desta ciência. Nosso destino é a irracionalidade quando não reconhecemos os limites da razão, quando ignoramos os limites intrínsecos do método científico.

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: