Skip to content

Sobre seres contingentes

março 16, 2012

Se todo ente recebe sua existência atual ao ser gerado (começar a existir) de outro ente, então a existência atual não pertence propriamente a nenhum ente. Logo, nenhum ente terá existência atual.

Se todos os entes formam uma série infinita de entes gerados e geradores, não pode haver geração, pois para gerar é preciso ser gerado. Logo, não haverá nenhum ente.

Gerar é mais, ser gerado é menos. Do menos não pode vir o mais.

O gerador tem precedência cronológica e ontológica em relação ao gerado.

Uma analogia: você olha para um espelho e vê o reflexo de uma flor. Ao procurar a origem deste reflexo, você encontra um segundo espelho. Ao procurar a origem do reflexo no segundo espelho, você encontra um terceiro espelho, e depois um quarto, um quinto, um sexto, ad infinitum. De onde veio o reflexo da flor? De lugar nenhum. A flor existe? Não. Mas, então, como pode existir o reflexo de uma flor que não existe?

Outra analogia: você vê um trem acelerando, um vagão empurrando o seguinte. O vagão que passa agora na sua frente é empurrado por outro, que é empurrado por outro, que é empurrado por outro, ad infinitum. Nenhum vagão possui motor. De onde vem a aceleração? De lugar nenhum. Mas, então, como o trem acelera?

Mais uma analogia: você olha para baixo e vê um abismo sem fim. Você nota que está parado sobre uma pedra, que está parada sobre outra pedra, que está parada sobre outra pedra, ad infinitum. O que sustenta você e a pilha de pedras? Nada. Mas, então, como você e a pilha de pedras estão parados?

No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: