Skip to content

Regresso infinito ou fuga infinita?

março 18, 2012

Turtles all the way down...

Uma série infinita de entes que não existem necessariamente (entes em potência para a não existência) não pode existir necessariamente.

Logo, toda série de entes que não existem necessariamente precisa ser explicada em função de um ente que não faz parte da série e que deve existir necessariamente.

O ente que existe necessariamente não tem potência para a não existência. Ele é o que é. Logo, Ele é Deus.

A ausência de potência para a não existência implica na ausência de qualquer tipo de potência. Deus é ato puro.

***

O argumento segundo qual a existência de cada coisa é explicada satisfatoriamente pela existência de outra coisa que a gerou, ad infinitum ou ad indefinitum, é, na verdade, apenas uma fuga interminável e covarde. Quem defende esta linha de raciocínio, no fundo, teme admitir uma resposta final sobre a questão da existência.

***

O defensor do regresso infinito como explicação para o mundo nega que o mundo seja inteligível.

***

Se o mundo de entes contingentes simplesmente é o que é, então não temos que nos ocupar em tentar entendê-lo. Ele está aí, como um fato bruto, sem sentido, sem propósito, sem razão de ser, sem causa, surgido do nada.

Negar a existência de Deus, portanto, significa negar, em última análise, que podemos entender o mundo ao nosso redor. Implica, necessariamente, na destruição do valor de qualquer conhecimento sobre qualquer coisa.

Dizer que Deus não existe ou que Ele não pode ser racionalmente conhecido é negar a razão.

***

Numa série causal infinita de seres contingentes, em certo sentido, nenhum elemento é superior ao outro. Cada elemento se origina de uma série infinita que o precedeu e origina uma série infinita que o sucederá. Cada elemento é infinitamente contingente e infinitamente necessário. Cada elemento possui poder causal infinito e, ao mesmo tempo, é infinitamente dependente. De onde vem tal poder e de onde vem tal dependência?

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: