Skip to content

Quem esmaga a cabeça da serpente?

janeiro 20, 2017

power_crushserpentA imagem de Maria esmagando a cabeça da serpente nos remete à tradução latina de São Jerônimo para o verso 15 do capítulo 3 do Gênesis: “Inimicitias ponam inter te et mulierem, et semen tuum et semen illius: IPSA conteret caput tuum, et tu insidiaberis calcaneo eius“, “Porei ódio entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. ESTA te esmagará a cabeça, e tu ferirás o calcanhar.” De acordo com o texto hebraico massorético (que remonta à Idade Média, tendo sido preparado entre os séculos VII e XI) do Pentateuco, o pronome “hw’” pode tanto ser interpretado como significando “hu’” (ele, ipse) ou “hi’” (ela, ipsa), mas o verbo “esmagar” (yesafeka) está no masculino (a forma feminina seria tesufeka) e o verbo “ferir” possui objeto desse mesmo gênero. Estudos filológicos recentes, no entanto, admitem que a tradução ipsa, escolhida por São Jerônimo, pode ser considerada legítima porque “no Pentateuco se encontram muitos pronomes masculinos (q’re) compreendidos num sentido feminino” (D. Scaiola, Testi tradizionale rivisitati (Gn 3,15; Is. 7,14), in Theotokos 8 (2002) 563; em uma nota Scaiola cita P. Jouon, Grammaire de l’hébreu biblique, Roma 1947, § 16f. 39c.). Relativamente às três versões do pronome do pronome de Gn 3,15: no hebraico (neutro), no grego (masculino, LXX) e no latim (feminino, Vulgata), “a leitura masculina (ipse) produz uma ‘transição violenta da forma neutra para a masculina’. (…) a variante ipse, testemunhada nos códices O, S e T é obviamente uma adição ao texto da Septuaginta e, portanto uma confirmação da autenticidade de ipsa. Por esta razão, não se pode qualificar como arbitrária uma interpretação mariológica direta de Gn 3,15” (U. Vanni, La Donna della Genesi (3,15) e la Donna dell’Aposcalisse (12,1) nella “Redemptoris Mater,” in Marianum 50 (1988) 428-429, nota 14).

O sábio judeu Maimônides (+1204, que conhecia bem o texto massorético) afirma claramente que uma mulher pisará na cabeça da serpente (More Nebochim, Parte II, cap. 30). Um estudo realizado por T. Callus a respeito da interpretação de Gn 3,15 desde os Padres da Igreja até o século XIX mostra que, entre 385 autores, pelo menos 321 (83%) afirmam o sentido mariano deste versículo (T. Callus, S.J., Interpretatio mariologica Protoevangelio, vol. 1, Tempore post-patristico ad Concilium Tridentinum (Roma, 1949); vol. 2, A Concilio Tridentino usque ad annum 1660 (Roma, 1953); Vol. 3, Ab anno 1661 usque ad definitionem dogmaticum Immaculatae Conceptionis (1854) (Rome, 1954)). Em outro estudo, dessa vez investigando apenas o pensamento de estudiosos protestantes, Callus elencou setenta professores protestantes que aceitam plenamente a interpretação messiânica e mariológica de Gn 3,15 (Der Nachkomme der Frau in der Alt lutheranischen Schriftauslegung. Ein Beitrag zur Geschichte der Exegese von Gen 3, 15, vol. 2 (Klagenfurt, 1973)).

Um paralelo interessante em que mulheres aparecem “esmagando a cabeça” de um inimigo podemos encontrar em duas passagens do Antigo Testamento. Vejamos Jz 5,24-26: “Bendita seja entre as mulheres Jael, mulher de Heber, o quenita! Entre as mulheres da tenda seja bendita! Ao que pediu água ofereceu leite; serviu nata em taça nobre. Com uma das mãos segurou o prego, e com a outra o martelo de operário, e malhou Sísara, espedaçando-lhe a cabeça, e esmagou-lhe a fonte e a transpassou.” E ainda Jt 13,17-19: “Louvai ao Senhor nosso Deus, disse-lhes ela, que não abandonou os que puseram nele a sua esperança, e que cumpriu pelas mãos de sua serva a sua promessa de misericórdia à casa de Israel; esta noite ele matou por minha mão o inimigo de seu povo. Retirando então do saco a cabeça de Holofernes, mostrou-lha dizendo: Eis a cabeça de Holofernes, marechal do exército assírio, e eis o cortinado do baldaquino onde se achava deitado, ébrio a cair, quando o Senhor, nosso Deus, o feriu pela mão de uma mulher.” São Paulo diz, profeticamente, que a Igreja de Roma (igreja-feminino) esmagará a cabeça de Satanás: “O Deus da paz em breve não tardará a esmagar Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo esteja convosco!” (Rm 16,20) De fato, a Igreja é a descendência da Mulher-Maria, conforme lemos no Apocalipse: “O Dragão, vendo que fora precipitado na terra, perseguiu a Mulher que dera à luz o Menino. Mas à Mulher foram dadas duas asas de grande águia, a fim de voar para o deserto, para o lugar de seu retiro, onde é alimentada por um tempo, dois tempos e a metade de um tempo, fora do alcance da cabeça da Serpente. A Serpente vomitou contra a Mulher um rio de água, para fazê-la submergir. A terra, porém, acudiu à Mulher, abrindo a boca para engolir o rio que o Dragão vomitara. Este, então, se irritou contra a Mulher e foi fazer guerra ao resto de sua descendência, aos que guardam os mandamentos de Deus e têm o testemunho de Jesus.” (Ap 12,13-17) Note-se aqui como a Mulher é colocada “fora do alcance da cabeça da Serpente”, indicando que esta tentaria dar-lhe o bote. Ora, em Gn 3,15 vemos que a serpente tenta ferir – no hebraico – um ente masculino, mas no Apocalipse ela aparece atacando a Mulher – um ente feminino, e sua descendência – a Igreja, também um ente feminino. A própria Escritura, portanto, não nos força a aderir a uma interpretação de Gn 3,15 que aplique a inimizade da serpente APENAS a um homem, Jesus.

A Palavra de Deus, em sua riqueza insondável, deixa-nos duas possibilidades legítimas de tradução: a mais literal, que coloca a inimizade entre a Serpente e o Messias, descendente da Mulher, e a menos literal, mas mais harmoniosa com o texto como um todo, que estabelece inimizade entre a Serpente e a mulher Maria/Igreja, estreitamente unida a Cristo Jesus, atacada e esmagando a cabeça da serpente pelo poder recebido d’Ele.

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: